Endoscopia e Videocirurgia

ENDOSCOPIA:

Endoscopia significa olhar para dentro do paciente (fonte: Wikipedia). Trata-se de uma especialidade médica que se ocupa de obter imagens diagnósticas utilizando-se de um endoscópio. O endoscópio é um aparelho que consta basicamente de uma fonte de luz e alguma forma de visualização da imagem para dentro, podendo ser dada de forma anal, ventricual, gastrointestinal, nasal, uretral, torácica e abdominal.

Dependendo do local acessado, recebera uma denominação, por exemplo: esofagogastroduodenoscopia, colonoscopia, enteroscopia, rinoscopia, cistoscopia, laparoscopia, toracoscopia etc.

A endoscopia é uma técnica minimamente invasiva, sendo um dos mais recentes recursos utilizados para o auxilio no diagnóstico e tratamento de diversas enfermidades em animais.

Em clínica de pequeno porte e silvestres, são frequentes os corpos estranhos retirados do estômago, esôfago e duodeno, tais como ossos, anzóis, fragmentos de plástico, espuma ou tecidos, pedaços de vidro, moedas, pedras, dentre outros.

Além disso, a endoscopia é a técnica mais segura para exploração e avaliação visual de cavidade oral, esôfago, estômago e parte do intestino delgado, e ainda destina-se para se coletar amostras dos tecidos dessas regiões (biópsias), para ajudar o clinico e o especialista a obter um melhor diagnóstico, avaliando histologicamente o tecido e com isso tratar corretamente a patologia. É um procedimento seguro e o animal normalmente não precisa ficar internado.

A endoscopia digestiva e a colonoscopia são procedimentos indispensáveis quando se trata de órgãos gastrointestinais (especialidade da gastroenterologia), pois é um exame considerado padrão ouro para o diagnostico e tratamento de doenças desde trato digestivo alto (cavidade oral, esôfago, estomago e parte inicial do intestino delgado – duodeno), e trato digestivo baixo (2ª porção do intestino delgado – jejuno e íleo –, válvula ielocecolica, ceco, cólon e reto).

Temos também a rinoscopia e a broncoscopia para avaliação das vias aéreas superiores (cavidade nasal, faringe e laringe) e inferiores (traqueia, brônquios e bronquíolos). Patologias como tumores, infecções por fungos e bactérias, e corpos estranhos são diagnosticas por esse procedimento. Temos ainda a cistoscopia e ureteroscopia, que são métodos para avaliação do aparelho urológico (uretra, bexiga e ureteres), analisando tecido, diagnosticando cálculos, má-formações, tumores etc. A toracoscopia permite avaliação de formações dentro do tórax e ate mesmo procedimentos cirúrgicos.


VIDEOCIRURGIA:

A videocirurgia é um procedimento minimamente invasivo que vem sendo utilizado cada vez mais tanto na medicina humana como na medicina veterinária, e o Vetco vem a cada dia se aprimorando e se atualizando para ter uma medicina de ponta.

Dentre os procedimentos por videocirurgia/videodiagnóstico, temos: exames de rinoscopia (avaliação de cavidade nasal, faringe, laringe, traqueia, brônquios e realização de lavados), colonoscopia (avaliação de intestino delgado e grosso), cistoscopia (avaliação de uretra e bexiga urinária), laparoscopia (avaliação e alguns procedimentos em abdômen) e artroscopia (avaliação intra-articular).

Procedimentos como: exame de laparotomia exploratória, biopsias guiadas, colecistectomia, retirada de alguns tumores, colopexia, gastropexia, hérnias perineais e inguinais, ovariosalpingohisterectomia e orquiectomia ectópica podem ser realizados em grande parte das vezes por essas técnicas, as quais são menos invasivas e a recuperação se torna menos dolorosa e mais rápida, sendo um procedimento que veio para se estabelecer e a crescer nos grandes centros especializados. Outros procedimentos, como cistoscopia por laparoscopia para retirada de calculo, também podem ser realizados. E cada vez mais, como na medicina, e videocirurgia vem avançando e colaborando para um procedimento minimamente invasivo, trazendo mais conforto e qualidade no pós operatório dos nossos pacientes.